Em Foco‎ > ‎

Biblioteca

Listagem dos livros adquiridos pela ASSERS para seu acervo

 

ALMEIDA, Laurinda Ramalgo de. Memórias de uma Experiência. Ensino Noturno. São Paulo: Loyola. Vol: 3. 2010.

ALMEIDA, Mario de Souza. Elaboração de Projeto, TCC, DISSERTAÇÃO E TESE: São Paulo: Atlas, 2011.

ALVES, Luciana Mendonça et al. Dislexia Novos temas, novas perspectivas. Rio de Janeiro: Wak, 2011.

ALVES, Nilda. Educação e Supervisão o trabalho coletivo da escola. Canoas. RS: ULBRA, 2007.

ANTUNES, Celso. Educação Inclusiva. Disfunções Cerebrais e a Inclusão. São Paulo: Paulus, 2012.

American Psychological Association. Manual de Publicação da APA. Porto Alegre: Penso, 2001.

American Psychological Association. Manual de Publicação. 4.ed. Porto Alegre: Artmed, 2001.

American Psychological Association. Regras Essenciais de Estilo da APA. Editora: Porto Alegre, Penso, 2012.

ANTUNES, Celso. (IN)Disciplina e (DES)Motivação. São Paulo: Paulus, 2012.

ANTUNES, Celso. Educação Inclusiva-Disfunções Cerebrais e Inclusão. Florianópolis: Ceitec, 2006.

ANTUNES, Celso. Como desenvolver as competências em sala de aula. São Paulo: Paulus, 2012.

AQUINO, Ítalo de Souza. Como Escrever Artigos Científicos. São Paulo: Saraiva, 2012.

Avaliação Emancipatória desafio à teoria e a de Avaliação e reformulação de Currículo São Paulo: Cortez, 2010.

ARMAZÉM DE IDEIAS II. Possibilidades e Desafios. Porto Alegre: Evangraf, 2010.

ARMAZÉM DE IDEIAS III. Tecendo uma rede de saberes na pluralidade de conhecimentos.  Porto Alegre: Evangraf, 2011.

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO RIO GRANDE DO SUL. Conselho Estadual de Educação. Coletânea de Leis de Ensino. 1977. 1980. 1981. 1989.1998. 1992. 1999. 2000.

BAÇU, Joaquim. Execução do Eu. O Drama das Drogas e um caminho para recuperação. Porto Alegre: Evangraf, 2012.

BAIL, Viviane Schumacher. Educação Matemática de Jovens e Adultos. Trabalho e Inclusão. Florianópolis, SC: Insular, 2002.

BAQUERO, Marcelo. Pesquisa Quantitativa nas Ciências Sociais. Série Graduação. Porto Alegre: UFRGS, 2010.

BARCELOS, Valdo. Educação de Jovens e Adultos, Currículo e Práticas Pedagógicas. Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

BATISTON, Horácio. El Currículum como Desafio Institucional. Buenos Aires: Novedades Educativas, 1996.

BERND, Zilá. Ciências & Letras. Mobilidades Culturais. Porto Alegre: FAPA, 2011.

BOFF, Leonardo. A águia e a Galinha. 16. Ed. Petrópolis. RJ: Vozes, 1998.

BOFF, Leonardo. O Despertar da águia. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

BOSSA, Nádia A. Fracasso Escolar um olhar Psicopedagógico Fundamentos Teóricos e Metodológicos da  Alfabetização Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Alfabetização. Florianópolis, SC: Insular, 2002.

BOY, Priscila Pereira. Inquietações e Desafios da Escola. Rio de Janeiro: Wak, 2010.

BRANDÃO, Sérgio Vieira.  Aconteceu na Escola . Tramandaí, RS: Isis, 2004.

BULCÃO, Ivan S.R. A Escola & O Processo Educacional.  Bagé, RS: Leb, 2011.

BURIOLLA, Marta A. Feiten. O Estágio Supervisionado.  São Paulo: Cortez, 2011.

CALDIERARO, Ires P. FISS; Ana Jovelina L. Planos de Estudos. O pensar e o fazer Pedagógico  Porto Alegre: Edicon, 2001.

CANCINO, Miguel Higuera. Transtornos do Desenvolvimento e da Comunicação. Autismo, Estratégias e Práticas. Rio de Janeiro: Wak, 2013.

CAPELLINE, Simone Aparecida; MOUSINHO, Renata. Dislexia.  Rio de Janeiro: Wak, 2011.

CARNEIRO, Moacir. A Escola sem Paredes.  São Paulo: Escrituras, 2002.

CASASSUS, Juan. A Escola e a Desigualdade.  São Paulo: Escrituras, 2002.

CASTRO, Edileide. Afetividade e Limites.  Rio de Janeiro: Wak, 2011.

CAVAZOTTI, Maria Auxiliadora. Fundamentos Teóricos e Metodológicos da    Alfabetização. São Paulo: Wak, 2006.

CHRAIM, Albertina de Mattos. Família e Escola . A arte de aprender para ensinar.  Editora. Rio de Janeiro: Wak, 2009.

CHRISTENSEN, Clayton M. Inovação na sala de aula. Como a inovação disruptiva muda a  forma de aprender.  São Paulo. Bookman. 2012.

MELLO, Gláucia Boratto R.de. Contribuições da Interdisciplinaridade.  São Paulo: Wak, 1996.

COVIC, Amália Neide;  OLIVEIRA, Fabiana Aparecida de Melo. Educação e Saúde. O Aluno Gravemente Enfermo. São Paulo : Cortez, 2012.

CUNHA, Eugênio. Práticas Pedagógicas para Inclusão e Diversidade. Rio de Janeiro: Wak, 2011.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Por um Sistema Nacional de Educação. Rio de Janeiro: Moderna, 2010.

DENDENA, Zélia Helena. Dilema do Ensinante. Porto Alegre: Sagra Luzatto, 2007.

DIVERSIDADE POÉTICA. Porto Alegre: Evangraf, 2012.

DMITRUK, Hilda Beatriz. Cadernos Metodológicos - Diretrizes do Trabalho Científico. Editora. Argos. ano

DOGADO, Vandenei. Inteligência e Aprendizagem Desafios Mentais. São Paulo: Cortez, 2011.

DOMINGUES, Maria Aparecida. Desenvolvimento e Aprendizagem Canoas: ULBRA, 2007.

ELIAS, Maria Auxiliadora. Violência Escolar Caminhos para Compreender e Enfrentar o Problema. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

EMÍLIO, Solange Aparecida. Grupos de Inclusão Escolar. São Paulo: Paulus, 2008.

ESTATUTO da Criança e do Adolescente. Convenção sobre os direitos da Criança. Porto Alegre: 1990.

Estudios Comparados em Educación em América Latina. São Paulo: Libros el Quirquincho, 1992.

FALCETTA, Antônio Paim. et al. Cem Aulas sem Tédio. Língua Portuguesa. Santa Cruz do Sul. RS: IPR, 2008.

FALCETTA, Antônio Paim; MOTHES, Lígia. Escola muito Prazer. Práticas de Ensino de Língua Portuguesa. Porto Alegre: 2009.

FARIA, Elaine Turk. Educação Presencial e Virtual. Espaços Complementares Essenciais na escola e na empresa. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2006.

FAZENDA, Ivani. O que é Interdisciplinaridade. São Paulo: Cortez, 2012.

FAZENDA, Ivani. Práticas Interdisciplinares na Escola. São Paulo: Cortez, 2011.

FELTES, Heloísa Pedroso de Moraes. Produção de Sentido. Porto Alegre: Nova Prova, 2003.

FERREIRA, Luiz Antônio Miguel. O Estatuto da Criança e do Adolescente e o Professor. São Paulo: Cortez, 2008.

FERREIRA, Naura Syria Carapeto. Gestão e Organização Escolar. Rio de Janeiro: Wak, 2011.  

FIRME, Thereza Penna. Mitos na Avaliação. Florianópolis: CEITEC, 2005.

FRANCO, Mônica Gardelli; ALMEIDA, Fernando José de. Avaliação para Aprendizagem. São Paulo: Paulus, 2011.

FREIRE, Serrano. Sou Professor-Trabalhando a autoestima e a motivação no Magistério. 6.ed. Rio de Janeiro: Wak, 2010.

FREIRE, Paulo. et al. Contribuições da Interdisciplinaridade.  Petrópolis: Vozes, 1994.

FREITAS, Deise Sangoi; GIORDANI, Estela Maris; CORRÊA, Guilherme Carlos. Ações Educativas e Estágios Curriculares Supervisionados. Santa Maria.RS RS: UFSM, 2007.

FREITAS, Ivan Braga de. Transtornos e Dificuldades de Aprendizagem-entendendo melhor os alunos com necessidades educativas especiais. Rio de Janeiro: Wak, 2011.

FREITAS, Maria do Carmo. Desenvolvimento Infantil e Criatividade. Porto Alegre: Açorianos, 2010.

FREITAS, Maria do Carmo. Orientação Infantil e Parcerias. Porto Alegre: Alcance, 2009.

FREITAS, Maria do Carmo.  Desenvolvimento Infantil e Parcerias. Porto Alegre: Alcance, 2009.

FRIGOTTO, Gaudêncio. CIAVATTA, Maria. Ensino Médio, Ciência, cultura e Trabalho. Brasília: MEC, 2004.

GANDIN, Danilo. A Prática do Planejamento Participativo. Rio de Janeiro: Vozes, 1994.

GANDIN, Danilo. Temas para um Projeto político Pedagógico. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

GHEDIN, Evandro. FRANCO, Maria Amélia Santoro. Questões de Método na Construção da Pesquisa em Educação. São Paulo: Cortez, 2011.

GIORDANI, Estela Mari. CORRÊA, Guilherme Carlos . AÇÕES EDUCATIVAS E   ESTÁGIOS CURRICULARES SUPERVISIONADOS. Santa Maria. RS: UFSM, 2007.

GÓMES, Emiliano. Liderança Ética um desafio do nosso Tempo. São Paulo: Planeta, 2005.

GOMES, Maria de Fátima Cardoso. SENA, Maria das Graças de Castro. Dificuldades de    Aprendizagem na Alfabetização. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

GRACIANI, Maria Stela S. Prospectiva. Pedagogia Social de Rua. São Paulo: Cortez, 2009.

GRISPUN, Mírian Paura S. Zippin. Supervisão e Orientação Educacional perspectivas de integração na Escola. São Paulo: Cortez, 2011.

Histórias de Trabalho. Histórias Verdadeiras. Histórias Inventadas. Poesia. Ensaio Acadêmico. Histórias em Quadrinhos. Cartum e Fotografia. 16. ed. Porto Alegre: SMIC, 2010.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação Mediadora. Uma Prática em construção da Pré-escola à Universidade. Porto Alegre:  Mediação, 1991.

HOFFMANN, Jussara. Avaliar para Promover as setas do caminho. Porto Alegre: Mediação, 2001.

HOFFMANN, Jussara. Mito & Desafio. Uma Perspectiva Construtivista. Educação/Realidade. Porto Alegre: Educação/Realidade, 1993.

HURTADO, Carlos Nuñez. Educar para transformar, transformar para educar. Petrópolis, RJ: Vozes, 1992.

IÇAMI, Tiba. Disciplina, limite na medida certa. São Paulo: Gente, 1996.

IMBERNÓN, Francisco. Formação Docente e Profissional. Formar-se para a mudança e a Incerteza. São Paulo: Cortez, 2010.

JANTSCH, Ari Paulo; BIANCHETTI, Lucídio. Interdisciplinaridade. Petrópolis. RJ:  Vozes 2011.

JÚNIOR, Joaquim Martins. Como Escrever Trabalhos de Conclusão de Curso. Rio de Janeiro: Vozes: 2008

KRAEMER, Maria Luiza. O Educador Criativo. São Paulo: Paulus, 2008.

KOERNER, Andrei et al. Direitos Humanos e Educação. São Paulo: Cortez, 2011.

LEITE, Vânia Aparecida Marques. Dimensões da Não Aprendizagem. São Paulo: Edicon, 2009.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e Pedagogos, Pra que? 12. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

LIMA, Maria Socorro Lucena; PIMENTA. Selma Garrido. Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2010.

LOMONICO, Circe Ferreira. Atribuições do Coordenador Pedagógico. São Paulo: Edicon, 2005.

LOMONICO, Circe Ferreira. Coordenador Pedagógico. O Técnico e Psicopedagogo Institucional. São Paulo: Edicon, 2005.

MACEDO, Lino de. Ensaios Pedagógicos. Como Construir uma escola para todos. São Paulo: Artmed, 2006.

MACEDO, Roberto Sidnei. Atos de Currículo e Autonomia Pedagógica. Rio de Janeiro: Vozes, 2013.

MAIA, Helber. Necessidades  Educacionais  Especiais. Rio de Janeiro:  Wak, 2011.

MAIA, Helber. Neurociências e Desenvolvimento Cognitivo. Vol.2. Rio de Janeiro: Wak, 2011.

MAIA, Helber. Neuroeducação e Ações Pedagógicas. Rio de Janeiro: Wak, 2011.

MAIA, Helber. Neuroeducação. A Relação entre saúde e educação. Rio de Janeiro: Wak, 2011.

MANACORDA, Mario . Princípio Educativo em GRAMSCI. Porto Alegre: 1990.

MARIOTTI, Fabián. Educação Para a Vida. Florianópolis: CEITEC. 2005.

MARQUES, Maria Helena. Como Educar Bons Valores. São Paulo: Paulus, 2012.

MARTINS, João Carlos; PIMENTEL, Lucilla da Silveira. O fazer Pedagógico (RE)Significando o olhar do Educador. Rio de Janeiro: Wak, 2009

MENDONÇA, Nelino Azevedo de. Pedagogia da Humanização. A pedagogia  humanista de Paulo Freire. São Paulo: Paulus, 2008.

MUSZKAT, Mauro. TDAH e  Interdisciplinaridade, Intervenção e Reabilitação. São Paulo: All Print, 2012.

NETO, Antônio Gil. A Memória brinca. São Paulo: Imprensa Oficial, 2008.

NETO, Paiva. É Urgente Reeducar. São Paulo:  Elevação, 2010.

NIUM, Hilde. Percepções do Verdadeiro Sentido da Vida. Meditação I. II. III. IIII. V.

Porto Alegre: AGE, 2011.

NUNES, Antônio Vidal. Corpo, Linguagem e Educação dos Sentidos no Pensamento de RUBEM ALVES . São Paulo: Paulus, 2008.

PARO, Vitor.  Educação como Exercício do Poder. Crítica ao senso comum em educação. São Paulo: Cortez, 2008.

PERCY, Allan. Nietsche para estressados. São Paulo: Sextante / Gmt, 2011.

PEREIRA, Gilson de Almeida. Limites e Afetividade. Canoas: ULBRA, 2011.

PEREIRA, Sônia Maria de Souza. BULLYING e suas Implicações no Ambiente escolar. São Paulo: Paulus. 2009.

PERRAUDEAU, Michel. Estratégias de Aprendizagem. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

PINTO, Álvaro Vieira. Sete Lições Sobre Educação de Adultos. Editora. Cortez.

PINTO, Umberto de Andrade. Pedagogia Escolar. São Paulo: Cortez, 2013.

PORTO, Leonardo Sartori. Filosofia da Educação. São Paulo: Paulus, 2008

POSSANI, Lourdes de Fátima Paschoaletto. et al.  Ação Supervisora: Tendências e Práticas. São Paulo: CRV, 2005.

RELVAS, Marta Pires. Fundamentos Biológicos da Educação. Editora Wak. 2009. RJ

REVISTA BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO. Brasília v.8n.1 p.1-100  jan/jun  1992.

RIO GRANDE DO SUL. Coletânea de Leis, Decretos e Atos Normativos da Educação Federal e Estadual. Porto Alegre, 2010.Coletâneas 7°,8°, 10°,11°,12°.

SALMASO, José Luís. et al. Ação Supervisora Tendências e Práticas. Curitiba: Penso, 2012.

SANTANA, Edésio T. Bullying Cyberbullying. São Paulo: Paulus, 2013.

SANTOS, Volnyr. Dicionário Essencial da Língua Portuguesa. 3. ed. Porto Alegre: Aracruz, 2008.

SAUL, Ana Maria. Avaliação Emancipatória. Desafio à Teoria e à Prática de Avaliação e Reformulação de Currículo. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SCHILLING, Flávia; BENEVIDES, Maria Victoria. Direitos Humanos e Educação. São Paulo: Cortez, 2002.

SECRETARIA DE ESTADO E DA EDUCAÇÃO. Curso para Professores de 1ª Série do Ensino Fundamental. Porto Alegre: 2005.

SECRETARIA  MUNICIPAL DA CULTURA. III  Mostra Literária de Charqueadas. Charqueadas.RS: 2007.

SENA, Maria das Graças de Castro; GOMES, Maria de Fátima Cardoso. Dificuldades de Aprendizagem na Alfabetização. Belo Horizonte, MG: PUCMINAS, 2010

SENADO FEDERAL. Senadora Fátima Cleide. Leis de Diretrizes e bases da Educação. Brasília-DF

SEVERINO, Antônio Joaquim. Perspectivas da Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 2011.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do Trabalho Científico. 23 ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SHOCRON, Mônica. WAISMAN, Laura. Educar Nos. Buenos Aires: Lugar Editorial, 2001.

SILVA, Aida Maria Monteiro; TAVARES, Celma. Políticas e Fundamentos da Educação em Direitos Humanos. Rio de Janeiro: Cortez, 1998.

SILVA, Ezequiel Theodoro da. Os Descaminhos da Escola. São Paulo: Cortez, 2011.

SOARES, Leôncio. Educação de Jovens e Adultos. Diretrizes Curriculares Nacionais. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

TAVARES, Aida Maria Monteiro Silva. et al. Políticas e Fundamentos da Educação em Direitos Humanos. São Paulo: Cortez, 2010

TIBA, Içami. Conversas. São Paulo: Interare, 2008. Vol. 1. Vol. 3.

TORRADO, Antônio. Escola sem sentido à escola dos sentidos. Rio de Janeiro: Cultura, 2011.

TRICHES, Ivo José. Fundamentos da Educação. Fundamentos filosóficos da Escola. São Paulo: Cortez, 2011.

URBAN, Ana Cláudia. Didática e Organização do Trabalho Pedagógico. Canoas: ULBRA, 2011.

ZABALZA, Miguel A. Diários de Aula. Porto Alegre: Porto, 2002.




E-books (livros digitais)

ANTUNES, Celso. Como Desenvolver as Competências em sala de aula. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

ASSIS, Machado de. Dom Casmurro

BOSSA, Nádia A. Fracasso Escolar. Porto Alegre: Artmed, 2008.

CAVAZOTTI, Maria Auxiliadora. Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Alfabetização. Curitiba: Iesde, 2009.

DOCKELL, Julie;  Mc Shane, John. Crianças com Dificuldades de Aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2003.

ELIAS, Maria Auxiliadora. Violência Escolar. São Paulo: Ática, 2011.

FERREIRA, Naura Syria Gaspareto. Gestão e Organização Escolar.

FLYNN, Gillian. Garota Exemplar. Rio de Janeiro: Intrínseca,2013.

FRANCO, Monica Gardelli. Avaliação para Aprendizagem. São Paulo: Ática, 2011.

HORN, Maria da Graça. Por que Planejar e como Planejar? et.al  Porto Alegre, Artmed, 2007.

JAMES, E.L. Cinquenta Tons de Cinza. Rio de Janeiro: 2012.

LEITE, Maria Aparecida Marques. Dimensões de não Aprendizagem. Curitiba: Iesde, 2008.

MEIER, Marcos. Relação Professor Aluno. São Paulo: ática, 2012.

NETO, Paiva. É urgente reeducar. São Paulo: Elevação, 2010.

PERRAUDEAU, Michel. Estratégias de Aprendizagem. São Paulo: Artmed, 2009.

PORTO, Leonardo Sartori. Filosofia da Educação. São Paulo: Zohar, 2009.

QUEIROZ, Eça. Contos. Projeto Gutemberg. 2010.

QUICK, Matthew. O Lado Bom da Vida. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2012.

TIBA, Içami. Conversas. São Paulo: Interare, 2008.

TORRADO, Antônio. A Escola sem sentido. São Paulo: Caminho, 2010.

TRINCHES, Ivo José. et al. Fundamentos da Educação. Curitiba: Iesde, 2009.

URBAN, Ana Cláudia. Didática Organização do Trabalho Pedagógico. Curitiba: Iesde, 2009.

VASCONCELLOS, Celso dos S. et al.  A quem interessa a democratização da Escola. Rio de Janeiro: Outras Letras, 2012.

WINCH, Otto Leopoldo. Fundamentos Filosóficos da Educação. Curitiba: Iesde, 2009

Comments