Em Foco‎ > ‎Noticias‎ > ‎Noticias‎ > ‎

XVIII Encontro Internacional de Educação - Cobertura

postado em 7 de nov de 2011 05:22 por Assers Digital   [ 7 de nov de 2011 05:50 atualizado‎(s)‎ ]
Um grande sucesso. Sala lotada. Participantes empolgados e revitalizados  para voltar as salas de aula e à gestão educacional.
Conhecimento, experiência, exemplos e energia transmitidos por  apresentações de renomados palestrantes  e congressistas oriundos de Argentina / Uruguai / Portugal / Brasil.   

Um evento que semeia e realiza sonhos   


O Balneário Pinhal foi sede não apenas de um Encontro Internacional de Educação, mas foi o grande palco dos mais belos espetáculos da área educacional.

A Secretaria Municipal de Educação do Balneário Pinhal mostrou liderança, competência, eficiência e respeito ao trabalho da ASSERS e de sua equipe.

Assim, já na abertura do evento, passeamos pela magia do teatro, pelo encanto da poesia, viajamos e nos apaixonamos.

Max Haetinger nos desacomodou e instigou a motivação, a alegria, o despojamento e deixou-nos a certeza da incerteza e, sobretudo, que a escola é um palco iluminado e que nossos alunos são grandes atores e nós professores o alicerce deste espetáculo.

O Grande mestre Juan da Rosa, arrebatou-nos com a sua simplicidade, sua experiência e seu grande amor pela educação e pelas pessoas. Levou-nos a visualizar o grande mestre Paulo Freire e nos emocionamos.

O fim da noite de sexta-feira, à beira mar, ao dançar das ondas e do vento praiano do Balneário Pinhal, tivemos a certeza de que o espetáculo apenas estava começando.

O segundo dia do evento foi marcado mais uma vez pela magia da cultura e a fascinação da arte que encantou a todos nós.

A riqueza das palavras do professor argentino Alberto Iardelevsky, nos fez refletir e nos inquietar com a escola em suas entrelinhas. Visualizamos com os olhos da alma e da razão as múltiplas faces do currículo, sua diversidade, seus desafios e, sobretudo, a importância da escola e seus professores nesse contexto.

Celso Antunes, na sua simplicidade e sabedoria no inquietou e indagou-nos: “Quanto vale um professor?” Com ele aprendemos que a “Palavra de um professor é um bem inestimável, que é preciso acreditar em nós mesmos e, sobretudo, acreditar que a mudança é possível e que a gente erra, acerta, caminha”. Alegramo-nos, nos descontraímos, refletimos e aplaudimos de pé a sabedoria de quem, assim como nós, continua acreditando em dias melhores.

Thereza Penna Firme trouxe-nos mais que experiência, deixou em nós a sensação que vale a pena ser professor e que a educação é movimento, ação, emoção. Percebemos que a avaliação inclusiva é possível. Aproxima, promove instiga e vislumbra sonhos. Com ela nos emocionamos e como diz o poeta e artista Ivan Lins: “valeu a pena ter amanhecido".

Com a professora Estela Giordani visualizamos que a educação é um processo contínuo, inacabado e possível.

Professores e professoras de diversas partes do Brasil e da América Latina mostraram a escola nas suas interfaces, fazendo um passeio das anos iniciais ao Ensino Superior, de projetos em sala de aula à pesquisa acadêmica que, com certeza, aprendemos muito. Foi maravilhoso!

E chegou o último dia do evento. Fomos agraciados com a sabedoria de Hamilton Werneck que trouxe-nos a reflexão com e sobre a supervisão escolar deixando, em nós, a sensação de que precisamos aprender a aprender e mais, deixou a certeza de que temos muito a caminhar, pois juntos somos mais fortes.

Na sequência, José Pacheco nos fez viajar a Portugal e ser professor na Escola da Ponte, ensinando e compartilhando sua experiência, seus saberes e, sobretudo, compartilhando suas indagações.

E chegamos ao fim do começo. Chegamos ao término de um evento, mas ao começo ou, recomeço, de novas expectativas, de novos sonhos.

Enfim, tivemos três dias abençoados de aprendizado, de socialização do conhecimento, de multiplicidade de saberes. Vivenciamos no Balneário Pinhal um momento ímpar na história da ASSERS e em nossas vidas.

Trecho da Carta de Pinhal,

elaborada por Zélia Dias Martins e Daniela Mattos

Leia a íntegra clicando aqui.



Veja algumas imagens do evento:


Público
Do Brasil participaram congressistas dos estados de São Paulo e Bahia além dos gaúchos de Aceguá, Alvorada, Bagé, Balneario Pinhal, Butiá, Cachoeirinha, Canguçu, Canoas, Capão da Canoa, Capela de Santana, Capivari do Sul, Charqueadas, Cidreira, Dom Feliciano, Eldorado do Sul, Gravataí, Imbé, Lavras do Sul, Magistério, Novo Hamburgo, Palmares do Sul, Portão, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Santa Rosa, Santo Ângelo, Santo Antonio da Patrulha, São Leopoldo, São Sebastião do Caí, São Vendelino, Sapucaia do Sul, Terra de Areia, Tramandaí, Viamão e Xangri-lá.


Depoimento de um congressista
"Pois este encontro realizou-se aqui no Balneário Pinhal(RS), nos dias 21 a 23 de outubro, inserido nas comemorações da Semana do Município, por ocasião do seu 16º Aniversário de emancipação. Coisa de gente grande! Evento de cidade grande!
Tanto a ASSERS como a Secretaria de Educação e Cultura se esmeraram na organização e logística do evento e o resultado foi o congraçamento, nos três dias, de mais de 500 participantes, ávidos de potencializar a sua aprendizagem e colher ensinamentos com os palestrantes que aqui estiveram e que conosco dividiram os seus saberes e suas experiências, sem nenhuma reserva de mercado.
Foi como se um vento nordestão, característico aqui do litoral, varresse a poluição mental de nossos cérebros, nos permitindo que vocês, Juan da Rosa, Max Haetinger, Thereza Penna Firme, Celso Antunes, José Pacheco, Hamilton Werneck e Estela Maris Giordani, do alto da sua humildade, nos transportassem, pegando nossas mãos, para um universo de paradigmas que podem ser quebrados, de um aprendizado moderno, livre de condicionamentos e amarras e nos dizendo que "mudar não é fácil, mas é possível"! Muito obrigado!"


Realização ASSERS

Parceria SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO

DE BALNEÁRIO PINHAL


Comments