Em Foco‎ > ‎Noticias‎ > ‎Noticias‎ > ‎

O mistério foi desvendado

postado em 24 de jun de 2014 07:27 por Assers Digital
Assers
Sobre contatos de supostos "representantes" da ASSERS propondo ações na Justiça: assim como publicamos uma nota sobre pessoas que estariam se apresentando em nome da ASSERS e convidando-@s a entrar numa ação coletiva contra o estado do RS (veja nota clicando aqui), vimos esclarecer que o "mistério" foi desvendado.

Realmente, existe um processo aberto para uma ação coletiva a respeito de um desconto indevido feito pelo governo do estado. Quem está com este processo, com adesão aberta, é a ASSERGS: Associação dos Servidores Extranumerários do Estado do Rio Grande do Sul.

Notem bem a sigla: ela tem uma letra que não temos. ASSERGS é diferente de ASSERS. Mas, como a pronúncia é semelhante, e há quem fale a sigla da nossa entidade equivocadamente, houve quem achou que nós estávamos movendo esta ação.

Aquela associação fica na Praça XV de novembro, nº 66 - sala 1009, 10º andar, Centro (perto do Mercado Público, quase ao lado da loja Oba-Oba).

A ação coletiva diz respeito a um desconto indevido feito pelo governo do estado ao pagar 1/3 de férias para os servidores estaduais (só não sei em que período). Segundo os advogados, primeiro serão pagos os professores, depois os funcionários de escola; o prazo se esgota em 31 de dezembro; quem não aderir a este processo, seja coletivo ou individual até dezembro, vai perder definitivamente. Para aderir, não precisa levar nenhum documento a não ser a carteira de identidade. Lá. assina a procuração para os advogados (como de praxe) e assina o atestado de inconsistência econômica (para não pagar as custas do processo). Os advogados estão cobrando 30% da causa, quando ela for ganha e paga. O dinheiro vai direto para a conta de cada um já com os 30% descontados que, também, irão direto para a conta dos advogados. Quem é do interior pode fazer tudo por email: adv.danielgoncalves@gmail.com

Esperamos ter esclarecido à tod@s sobre este fato.
Comments