Em Foco‎ > ‎Noticias‎ > ‎Noticias‎ > ‎

Luta coletiva pelos especialistas de educação

postado em 24 de jun de 2014 07:34 por Assers Digital   [ 24 de jun de 2014 07:42 atualizado‎(s)‎ ]
Reunião com Associações e CPERS

Luta com CPERS
Neste 23 de junho as Associações dos Especialistas de Educação (AIERGS, AOERGS, ASSERS) se reuniram mais uma vez com o CPERS com a seguinte pauta principal:
- resultado do mandato de injunção;
- atuação junto ao Congresso;
- avaliação do trabalho de distribuição das Cartilhas esclarecedoras sobre a aposentadoria especial para especialistas de educação;
- deliberação sobre a confecção e distribuição de cartazes com o mesmo tem nas escolas estaduais, municipais, Congresso Nacional;
- atuação junto aos sindicatos dos municipários das regiões onde temos as regionais;
- a questão dos especialistas de educação não terem direito à passagens escolares;
- ações futuras.

Quanto ao mandato de injunção, o mesmo foi indeferido, o CPERS entrou com recurso, foi indeferido, novamente o CPERS entrou com recurso e, novamente, foi indeferido. Esgotadas todas as chances de recursos, partiremos para outras ações.

Cada instituição relatou suas ações referente à distribuição da cartilha que foi bem acolhida pelos associados, inclusive a ASSERS foi muito elogiada por especialistas de Santa Catarina e acolheram a nossa cartilha como exemplo para as ações daquele estado. O CPERS enviou para todas as escolas do estado e algumas autoridades. A AOERGS distribuiu para os seus associados através dos núcleos.

Luta com CPERS
Será confeccionado mais 2000 cartilhas para distribuir aos deputados e senadores junto com o projeto de lei e uma carta esclarecedora convidando cada um a abraçar nossa causa e encaminhar projeto de lei alterando o dispositivo que coibe a aposentadoria especial aos especialistas de educação, cuja resposta estaremos aguardando por 30 dias, isto é, até o dia 23 de julho.

Serão confeccionados 10.000 cartazes para distribuição em escolas estaduais e municipais e outras entidades e órgãos vinculados à educação.

Em reunião realizada com o Conselho do Transporte Urbano da EPTC (CONTUR) com o CPERS, os dirigentes informaram desconhecer o fato dos especialistas de educação não poderem usufruir da passagem escolar, que não sabem a razão deste impedimento, que não existe nenhum legislação que proiba, não deram nenhuma resposta concreta, marcaram uma nova reunião, mas adiaram a mesma que está sem data para ser realizada.

Todos os custos a serem realizados no investimento a favor da aposentadoria especial para os especialistas de educação, serão divididos entre as associações e o CPERS.

Uma próxima reunião foi agendada para o dia 28 de julho, as 9h30min no CPERS.

"Não vamos nos entregar pros homens..."

Comments