Em Foco‎ > ‎Noticias‎ > ‎Noticias‎ > ‎

Educação na pandemia

postado em 14 de ago. de 2020 09:59 por Arquivo Assers
http://www.assers.org.br/_/rsrc/1472868087241/Logo_Assers2.jpg
Governador quer retorno das aulas presenciais, mas "famílias não estão seguras sobre volta às escolas", diz Comitê de Acompanhamento da Crise Educacional no RS.

Nesta terça-feira (11), a imprensa informou que o governador do estado, Eduardo Leite apresentou uma proposta de cronograma escalonado para retorno às aulas presenciais em todos os níveis de ensino, no Rio Grande do Sul.

http://www.assers.org.br/_/rsrc/1595515557458/em-foco/mural/mural-arquivo/pesquisapaiseprofesores-educacaonapandemiacovid-19/Capturar.JPG
De acordo com a segunda parte dos resultados de pesquisa realizada pelo Comitê Popular Estadual de Acompanhamento da Crise Educacional no RS junto com a Associação Mães & Pais Pela Democracia, 89% das famílias de crianças e estudantes das redes públicas consideram muito importante a aplicação de vacina, gratuitamente, em toda a população, para garantir um retorno seguro às aulas.

Aline Kerber, presidenta da Associação Mães & Pais Pela Democracia e uma das responsáveis técnicas pela pesquisa, explica que, de acordo com os dados obtidos no estudo, “as mães e pais só voltam às aulas com vacina, testes de sintomáticos e em massa e com redução dos casos de Covid-19 por 14 dias”.

O Comitê publicou uma nota contrária ao cronograma escalonado e favorável à revisão da medida anunciada pelo governador (Clique aqui para ler a nota, em nossa página).

De acordo com Manoelita Manjabosco, da Associações dos Orientadores Educacionais do Rio Grande do Sul (AOERGS), uma das entidades que compõem o Comitê, “a pandemia trouxe o aumento das desigualdades e as próximas ações não devem ampliar este abismo”.

Margot Andras, do Sinpro-RS, salienta que “o comitê não tem compromisso com nenhuma entidade específica. Isso garantiu liberdade à pesquisa e aos resultados, deu a possibilidade de vozes diferentes da sociedade civil se manifestarem e termos um pequeno indicativo de seus desejos e dificuldades”.

O Comitê ressalta que as medidas que começaram a ser anunciadas na terça-feira pelo governador e na quarta-feira (12) pelo prefeito Nelson Marchezan Jr. devem ser discutidas com a sociedade. Para Daniel Momoli, doutor em Educação pela UFRGS e um dos membros do Comitê, "os resultados das duas etapas foram amplamente publicizados e estão disponíveis para a consulta dos órgãos públicos para que as ações estejam alinhadas com os anseios das famílias, estudantes, educadoras e educadores".

Comments