Em Foco‎ > ‎Noticias‎ > ‎Noticias‎ > ‎

ASSERS subscreve Nota de Repúdio

postado em 21 de mai. de 2020 07:43 por Arquivo Assers
Nota de Repúdio Conjunta em Relação à Fala de Italo Marsili

No dia 20 de maio é celebrado o dia do PEDAGOGO, uma das profissões mais antigas e relevantes no espaço educacional. A data foi instituída oficialmente pela Lei nº 13.083/2015, e é uma forma de reforçar a importância dos profissionais que planejam, coordenam, fiscalizam e executam tarefas distintas, e muitas vezes complexas, na área de educação, sempre em busca da melhoria da qualidade.

A data tem, entre os seus inúmeros objetivos, o de fortalecer o debate do papel das famílias e escolas no desenvolvimento geral das crianças e jovens estudantes, delimitando as responsabilidades de cada um e, ao mesmo tempo, criando alternativas que ofereçam um ensino de qualidade que nos leve a uma boa formação profissional e, acima de tudo, humana.

A sociedade reconhece a necessidade do Pedagogo nas escolas e apesar das dificuldades inerentes à carreira, principalmente nesses tempos sombrios que vivenciamos, na quebra de paradigma com a necessidade de aulas virtuais.

No dia que comemora-se esta data, deparamo-nos nas redes sociais, com uma lamentável e totalmente criminosa fala, veiculada através de um vídeo em que o auto declarado Médico Psiquiatra Italo Marsili, em transmissão ao vivo, feita pela plataforma Instagram e Facebook, no dia 6 de março de 2020, com um milhão de seguidores, ofendeu toda a categoria docente brasileira, entre eles os Professores e Pedagogos, além de profissionais da Contabilidade, Físicos, Astrônomos e acadêmicos da Universidade de Macaé, RJ.



Comments