Em Foco‎ > ‎Noticias‎ > ‎Noticias‎ > ‎

ASSERS participa do Seminário "A Escola e o Judiciário"

postado em 27 de abr de 2012 09:13 por Assers Digital   [ 27 de abr de 2012 09:31 atualizado‎(s)‎ ]
A Escola e o Judiciário
O evento aconteceu dia 17/4, na PUCRS e foi promovido pela Assessoria Jurídica da Rede Marista de Colégios e Unidades Sociais. Teve a participação de gestores, supervisores educacionais e profissionais que atuam diretamente com crianças e adolescentes. As professoras Lucia Elena Müller Ebling e Maria José Machado de Lima participaram do Seminário.

A primeira palestra foi sobre Bullying, cyberbullying, atos de indisciplina no ambiente escolar que contou com a presença do Dr. Lélio Braga Calhau, promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais, que resgatou o histórico de estudos sobre bullying no mundo e no Brasil, bem como definições sobre o assunto. “O bullying nunca é um fato isolado. Trata-se de uma série de perseguições com o objetivo de levar a vítima ao sofrimento”, explica.

O promotor destacou o crescimento do cyberbullying em decorrência da explosão das redes sociais e o acesso facilitado a elas. “Não há fronteiras físicas para conter uma informação. A agressão no mundo virtual pode ter o mesmo peso do que aquela praticada no mundo real, correndo o risco do efeito viral”, ressalta. Ainda de acordo com Calhau, a falsa sensação de impunidade é outro fator que contribui para o aumento das agressões virtuais, pois os jovens acreditam que na internet possuem anonimato.

Dando continuidade aos pontos levantados no início da manhã, o delegado Delegacia de Polícia para Crianças e Adolescentes (Deca), Dr. Adalberto Mattos Lima esclareceu as diferenças entre o ato infracional e o ato de indisciplina, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Na sequência, o delegado de Polícia GIE/PC/RS, o Dr. Emerson Wendt, abordou os procedimentos da Polícia Judiciária frente aos crimes virtuais relacionados à escola. "Os pais devem compreender mais sobre a exposição e as condutas indevidas dos filhos na internet para prevenirem qualquer dano a eles mesmos ou a terceiros", aconselha Wendt.

Na parte da tarde, o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado, Dr. Ney Wiedemann Neto, aprofundou a questão da indisciplina na escola e a aplicação do regimento escolar. Após, os palestrantes se reuniram no palco para as considerações finais e responder às perguntas elaboradas pelos participantes do seminário, abrindo espaço para o diálogo e a reflexão.
Comments