Em Foco‎ > ‎Mural‎ > ‎Mural Arquivo‎ > ‎

Perspectivas para os livros didáticos digitais

postado em 18 de jul de 2011 15:58 por Assers Digital   [ 22 de out de 2013 11:33 atualizado‎(s)‎ ]

GOVERNO PREPARA A TROCA DE MATERIAL DIDÁTICO POR TABLET  

Editais para compra de material escolar de 2014 preveem conteúdo digital; editoras organizam-se para atender à demanda  

Fonte: Brasil Econômico (SP)

Várias escolas da rede pública do Estado de São Paulo ficaram sem livro didático no início do primeiro semestre. Problemas de logística do fornecedor, que entregou o material a partir de abril, teriam provocado o atraso.Ocaso é considerado pontual pelo governo federal, mas não minimiza o prejuízo aos alunos.

Nada disso ocorreria se,e m vez deencomendar os livros e aguardar por mesesa  entrega, a Escola pudesse baixar os conteúdos ems eu servidor e disponibilizá- los aos estudantes por meio de tablets, por exemplo. Sonho? Não pelos planos do governo.

A produção de conteúdos para tablets deve fazer parte do edital de licitação do Plano Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2014, cujos livros serão entregues ainda em 2013. Ao menos é o que esperamas principais editoras fornecedoras do governo, que, mais do que migrar seus conteúdos impressos para versões digitais, disputam a criação de conteúdos interativos adequados às novas demandas da Educação.


DAS DEZ MAIORES EDITORAS, SETE MIGRAM PARA LIVRO DIGITAL

MEC confirmou que o governo estuda implantar um programa de Educação digital com uso de tablets em conjunto com o material tradicional do Plano Nacional do Livro Didático

Fonte: Brasil Econômico (SP)

O Ministério da Educação confirmou que o governo estuda implantar um programa de Educação digital com uso de tablets em conjunto com o material tradicional do Plano Nacional do Livro Didático (PNLD).

O primeiro passo para isso foi amedida provisória, publicada emmaio. que dá benefícios fiscais aos tablets feitos no país, visando reduzir em até 36% os preços e tornando-os mais acessíveis.

Segundo levantamento feito pelo BRASIL ECONÔMICO com as dez maiores editoras de material didático do país, sete já têm projetos de migração e criação de conteúdo digital para tablets.


Professores do Rio de Janeiro ganharão minicomputadores para ajudar no ensino de inglês

Fonte: O Globo (RJ)

As aulas de inglês vão ganhar um toque a mais de tecnologia na rede municipal. Os 200 professores que ensinam essa disciplina para os alunos do 6º ano vão ganhar tablets. Os minicomputadores vão estar conectados à Educopédia, plataforma virtual da Secretaria municipal de Educação. Segundo a secretária Claudia Costin, esse benefício vai ser ampliado aos poucos aos demais professores de inglês.

Os links apontam para a origem das notícias, publicadas em 18.jul.11

no site http://www.todospelaeducacao.org.br


Comments