Em Foco‎ > ‎Mural‎ > ‎Mural Arquivo‎ > ‎

O desmonte e o mal estar da Educação no Brasil

postado em 13 de mai de 2014 08:12 por Assers Digital
Por Valderez Caldas de Castro Mello (*)

Prezados Educadores,

É preciso que se preserve, com urgência, a Estrutura da Educação Brasileira.

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira 9394/96 deixa bem clara esta Estrutura, que deveria sofrer apenas pequenas alterações, fundamentais e a interpretação correta do que a lei propõe.

Os dois fatores relevantes, que contribuíram para o desmonte e o mal estar da Educação no Brasil foram:

1º. A lei dizia que todos os Professores, de séries ou anos inicias, deveriam ser formados em Pedagogia

Assim sendo, imediatamente, foram extinguindo os Cursos de Magistério ou Normal e os Centros Específicos de Formação e Aperfeiçoamento do Magistério, sem primeiro estruturar os Cursos de Pedagogia, de aumentá-los e de estendê-los aos outros Estados do Brasil.

Temos milhares de crianças de 0 a 10 anos, no Brasil, que nem sequer são registradas no nosso País, segundo a entrevista que exigiu explicações da Ministra Ideli Salvati, dos Direitos Humanos, no Programa das entrevistas com os Ministros, cuja explicação, foi de que o Cartório iria nas Maternidades e Escolas. Que Maternidades e que Escolas no norte e nordeste do País?

No Estado de São Paulo, por volta de 2004, extinguiram-se, cinquenta e nove C.E.F.A.Ms e na época, os representantes dos C.E.F.A.M.s, Diretores, Supervisores, Coordenadores, Professores e alunos, fretaram ônibus, vieram para a Praça da República, acamparam em frente da Secretária da Educação, na antiga Escola Caetano de Campos, para impedir que estes Centros fossem fechados e fizeram o “ enterro do Chalita,”que nem sequer apareceu para recebê-los. As pessoas foram para a frente da Catedral da Sé, rezavam, cantavam o Hino Nacional Brasileiro, com a mão no peito, pedindo que não fechassem estes Centros.

Em Santa Catarina, o Instituto de Educação manteve um Magistério de dois anos de Curso, cujos alunos, vinham de dois anos de Ensino médio regular, sem base nenhuma, para serem formados como Professores, nestes dois anos. Os antigos Magistérios eram de quatro anos e proporcionavam excelente Formação em Metodologia, Didática e demais disciplinas indispensáveis à Formação de Professores das séries iniciais.

Assim sendo, o Ensino Médio Regular, tem que ser Estruturado de maneira a beneficiar futuros Educadores Pais e Professores para que possam concluir sua Formação nos Cursos de Pedagogia.

Os Cursos de Pedagogia devem contemplar ensinamentos para a Formação dos Professores de 1o e 2o grau de Ensino, Habilitações diversas e Especializações em Supervisão Pedagógica Escolar, Orientação Educacional e Administração Escolar. ( Cada função com sua especificidade)

Além desses Profissionais as Escolas vão necessitar de Auxiliares dos Professores, Professores para Reforço Escolar, Nutricionistas e Cozinheiras (Merendeiras) (horta orgânica), Assistentes Sociais, Psicólogos, Dentistas, Oculistas, Médicos e enfermeiros, Inspetores ou Vigilantes de alunos.

Os alunos da Pedagogia saiam do Curso e depois de Formados vinham estudar no Instituto de Educação porque a Pedagogia deixava a desejar no que se refere às Metodologias e Didática.

Outro fator, agravante, é que não existem cursos, suficientes de Pedagogia e bons e nem todas as pessoas podem cursar uma Pedagogia e aqueles alunos do Ensino do Magistério, em nível médio, de quatro anos, que poderiam se profissionalizar, mais cedo, não têm oportunidade de fazê-lo, pela falta dos Cursos, ocasionando um déficit de Formação de Professores das séries ou anos iniciais.

Outra agressão foi a de acabar com as boas Cartilhas (festa da entrega da Cartilha) (festa da entrega do Primeiro Livro) e primeiros livros, porque hoje em dia as crianças chegam ao nono ano, sem ler, escrever e interpretar direito, com prejuízo para todas as outras disciplinas e situações de vida.

Faz-se necessário retomar o estudo da gramática e dos treinos ortográficos, letras de forma maiúsculas e minúsculas, letra manuscrita, correção das redações, ditado mudo, ditado oral, auto ditado…

As pessoas que criticaram essas práticas, são responsáveis pela má qualidade do Ensino da Língua Brasileira. (Brasileira e não Portuguesa) ( já nos libertamos de Portugal…)

Fica claro, que as mudanças feitas, só serviram para prejudicar a Educação, inclusive para Valores e para o Despertar dos Talentos;

2º. A Progressão Continuada, prevista na lei, foi deturpada para Promoção Automática

Precisamos deixar claro que precisa haver uma Formação em Educação e uma Formação em Práticas Metodológicas e Didática, de Qualidade para Todos os Profissionais da Educação e uma Educação de Qualidade para todos os alunos, independentemente, de classes sociais, que contemple, primorosamente, a Educação Integral ou seja uma Educação que contemple as Inteligências Múltiplas de Howard Gardner, As Inteligências Coletivas de Pierre Levy, As Inteligências Emocionais de Goleman.

Precisamos deixar claro, também, que a Educação precisa ser específica para cada faixa etária, respeitando-se suas especificidades e necessidades.

Portanto, os Professores e demais Profissionais da Educação, precisam estar preparados, para trabalhar na faixa etária que vão atuar, contemplando-se a Educação Infantil de 0 a 6 anos, (com suas especificidades), e o Referencial da Educação Infantil em três volumes) , a Educação Fundamental 1 e 2 , (com suas especificidades ), a Educação dos jovens (com suas especificidades) e a Educação dos adultos (com suas especificidades), Os Parâmetro Curriculares Nacionais e os Temas Transversais ou conforme, especifica Rudolf Steiner em Pedagogia Waldorf, em seus setênios.

Precisamos nos unir, para podermos elaborar um Documento que seja do Consenso de Todos os Educadores, formados nas Universidades, em Escolas de Magistério, Associações, Sindicatos e demais Instituições de Ensino.
O problema da Educação Brasileira é gravíssimo!!!!!

Com a falta de Formação dos Educadores, com a falta de Professores, com a pouca Valorização física, emocional, psicológica, espiritual e financeira dos Educadores, com a falta de cuidados para com os aposentados, especialmente, na área de Educação, o Brasil corre um sério risco, de se tornar um País de incultos, ignorantes, violentos e alienados.

É preciso que o povo brasileiro receba um preparo e tenha condições para colocar filhos no Mundo e condições de educá-los, de
acolhê-los e de cuidá-los.

É preciso que as Políticas Públicas sejam responsáveis e oportunizem melhor Educação, Saúde e Segurança ao Povo Brasileiro.

Que nossas Fronteiras sejam protegidas das drogas e dos invasores oportunistas.

Que nossas riquezas e patrimônios sejam preservados, cuidados e mantidos.

Que as necessidades básicas do nosso povo sejam atendidas e respeitadas.

Que nossas crianças, jovens, adultos e idosos sejam respeitados e tenham dignidade, paz e tranquilidade para viver.

Que a corrupção, a mentira e a dissimulação sejam erradicadas do nosso País.

Que a Nossa Constituição seja respeitada.

Que a justiça do Nosso Pais seja justa realmente!

É nossa obrigação, enquanto Educadores, lutarmos por uma Educação de Qualidade para o Nosso País!

Abraços a todos.
Ansiosa por soluções, para a melhoria da Educação no Nosso País em prol das nossas Futuras Gerações,
Subscrevo-me
Atenciosamente

* Valderez Caldas de Castro Mello
  Supervisora Pedagógica Escolar
  Santa Catarina


Assers

Comments