Em Foco‎ > ‎Mural‎ > ‎Mural Arquivo‎ > ‎

Iara de Menezes Bandeira certificada como Juíza Mediadora no Tribunal de Mediação e Arbitragem de Santo Ângelo

postado em 11 de nov de 2011 10:34 por Assers Digital   [ 22 de out de 2013 11:33 atualizado‎(s)‎ ]
A Segunda Secretária da ASSERS, Iara de Menezes Bandeira, foi certificada como Juíza Mediadora no Tribunal de Mediação e Arbitragem do Rio Grande do Sul Seccional Santo Ângelo. As cerimônias de posse e solenidade de abertura do Tribunal ocorreram no dia 4 e 5 de novembro, respectivamente.

Agora a ASSERS conta com uma Juíza Mediadora em seus quadros. Nossos cumprimentos à nossa Secretária e à cidade de Santo Ângelo por esta conquista.


Clique aqui ou leia abaixo a notícia completa com as informações sobre o Tribunal publicada no Jornal das Missões



Jornal das Missões
Terça Feira, 08 de Novembro de 2011

Tribunal de Mediação e Arbitragem de Santo Ângelo passou a funcionar ontem

Fernando Gomes/Especial/JM
Passou a funcionar na manhã de ontem, o Tribunal de Mediação e Arbitragem do Rio Grande do Sul, Seccional Santo Ângelo. A solenidade de abertura foi realizada no último sábado, na sede da seccional, com a presença do presidente estadual do Tribunal, Roque Noll Bakof. Antes disso, na última sexta-feira, foram empossados os 24 integrantes do Tribunal de Mediação e Arbitragem de Santo Ângelo, no Teatro Antônio Sepp.

O Tribunal fica na Rua Marques do Herval, 1728, sala 2, no Centro, e funciona das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 18h.

O TRIBUNAL O Tribunal de Mediação e Arbitragem foi instituído no Rio Grande do Sul em 2000 e se constitui em um colegiado de três juízes mediadores, que conduzem as audiências, com o objetivo de ser uma via alternativa aos processos, para desafogar e agilizar o Judiciário. O TMA atua apenas nos litígios de direitos patrimoniais disponíveis, como acidentes de trânsito com danos materiais, contratos, arrendamento de terras, inadimplências. Após a homologação da sentença, não cabe recurso ou homologação ao Judiciário comum.

A vice-presidente do Tribunal de Mediação e Arbitragem, seccional Santo Ângelo, Cristiane Perlim, informa que, para se entrar com uma ação no Tribunal, é necessário comparecer à sede e solicitar atendimento. “Um plantonista explica todo o procedimento e é necessário pagar uma taxa de R$39. Depois disso, o Oficial Cientificador, semelhante ao Oficial de Justiça, vai até a parte requerida e chama a comparecer no Tribunal, então é marcada uma audiência. No caso de conciliação entre as partes, o juiz mediador homologa a sentença, que pode sair em 10 dias”.

Os 24 juízes mediadores da seccional Santo Ângelo Adriana Matte Pereira; Alcemir Luiz dos Reis; Alessandro Hunger; Alfredo Amaral Obregon; Camila Ethiane Guimarães; Cristiane Perlin; Elisandra Péres de Carvalho Madruga; Elizabete Terezinha de Oliveira Marçal; Iara de Menezes Bandeira; Isabel Maciel Mousquer; Jehan Louis Dalsochio; Joni Paulo Pietrowski; Jorge da Silva Lima; Jorge Edemir Machado; José Taceli Rodrigues Moureira; Josemar Dalsochio; Kátia Jaqueline Sassi; Manoel dos Santos; Márcia Bittencourt; Paulo Prado Machado; Renato José Johann; Rojane Matte Pereira; Sezindra Terezinha Montevano da Silva; Terezinha Maciel Mousquer. Fazem parte da Diretoria Administrativa: Presidente - Isabel Maciel Mousquer; Vice-Presidente Administrativa – Cristiane Perlin; Vice-Presidente Financeiro e de Patrimônio – Joni Paulo Pietrowski; Vice-Presidente Institucional e de Formação – Alessandro Hunger; Vice-Presidente de Comunicação – Rojane Matte Pereira; Vice-Presidente Vogal – Renato José Johann.


Comments