Em Foco‎ > ‎Mural‎ > ‎

Mural Arquivo

Notícias da 17ª CRASSERS

postado em 2 de abr de 2018 16:37 por Assers Digital   [ 2 de abr de 2018 16:39 atualizado‎(s)‎ ]

Tuparendi recebe o Conselho Estadual de Educação 


Ocorreu, no dia 14 de março, Sessão Plenária ordinária do Conselho Estadual de Educação fora de sede (Porto Alegre), no município de Tuparendi, conforme o disposto no o Regimento Interno do Órgão.

A Mesa de Abertura foi composta pelo Conselheiro Domingos Antônio Buffon, Presidente do CEEd; pelo Senhor Hélio Carlos Kekhof, Prefeito Municipal em exercício; Senhora Líria Hanel Seiboth, Secretária Municipal de Educação; Senhora Marizabel Cardoso Shott, Presidente do Conselho Municipal de Educação; Senhora Tânia Beatriz Giorgi, Presidente Regional da UNDIME/RS, representando o Senhor André Lemes, Presidente da UNDIME Estadual; Senhora Roseli Fuhr Schaefer, Coordenadora da 17ª Coordenadoria Regional de Educação; Vereadora Beatriz Cancian Milbradt, representando o Poder Legislativo do Município; Senhora Elisa Konzen, Diretora da Escola Estadual de Educação Básica Yeté e da Conselheira Odila Cancian Liberali.

O público presente teve a oportunidade de assistir a apresentação institucional do Conselho, para melhor compressão do que é a razão da sua existência: funções, atribuições, composição, mandato, estrutura e funcionamento, tipos de atos que exara, dentre outros. Na sequência, alunos de duas escolas, uma municipal e uma estadual, fizeram apresentação artística para os presentes.

Os Conselheiros foram chamados para a Sessão Plenária que contou com a presença de (15) quinze Conselheiros e foram postos à apreciação do Colegiado (22) atos, dentre os quais, dois atos normativos, o Parecer nº 01/2018 e a Resolução 329/2018, que tratam das Diretrizes Curriculares para a Educação Infantil no Sistema Estadual de Ensino.

Na parte da tarde, realizou-se uma Audiência Pública que teve como temas: os Direitos Humanos na Educação, a Educação Infantil e a Inclusão Escolar, que foram abordadas pelas Conselheiras Carmem Maria Craidy, Naíma Marmitt Wadi e Neusa Teresinha Mahado Salaberry, respectivamente, com a Coordenação da Conselheira Odila Cancian Liberali.





Páscoa é tempo de celebrar a vida

postado em 29 de mar de 2018 09:31 por Assers Digital

Feliz Pascoa 2018

Horários de Páscoa na ASSERS

postado em 29 de mar de 2018 09:17 por Assers Digital

AVISO 
Não haverá expediente na ASSERS, em razão da semana santa, nos dias 29 e 30 de março.
Retomaremos nossas atividades normais, no dia 2 de abril,
 nos horários costumeiros de funcionamento.
Agradecemos pela compreensão.

Assers

XII Feira Viva em Novo Hamburgo, sábado 17 de março

postado em 16 de mar de 2018 13:02 por Assers Digital

Sábado 17 de Fevereiro / 10h – 16h / Praça 20 de Setembro / Novo Hamburgo 
agroecologia – espiritualidade – consumo responsável

Feira Viva Novo Hamburgo

A XII Feira Viva  ocorrerá neste sábado, dia 17 de fevereiro, na Praça 20 de Setembro (em frente ao Centro Municipal de Cultura), das 10h às 16h.
A Feira Viva oferece alimentos e bebidas orgânicas, artesanato e confecção sustentáveis, produtos de higiene e limpeza naturais, livros, mudas, adubos, artes, terapias e espiritualidade.
Uma boa oportunidade para abastecer a casa, encontrar amigos, fazer um lanche saudável e curtir as diversas atrações culturais.
Vale lembrar que é importante levar sacola, pois a feira não trabalha com sacolas plásticas.

Programação artística:
11:30h – Nota Só
13:00h – O Ingrediente Principal – Os Quixotescos
Imaginem: um chef francês, chamado Restôdeontê, uma cozinheira, a Alemoa da Broa e um cozinheiro português, o Manuel do Pastel. O que será que eles aprontam em busca do “Ingrediente Principal”? ahhh…. isso é o que saberemos na XII Feira Viva tá, mas que ingrediente é esse??? hmm… vamos descobrir juntos na melhor feira de alimentos orgânicos da região. aquela que possui gestão horizontal e que valoriza a cultura local, então, boralá!!!!!

14:30h – Luisa Gonçalves de São leopoldo

Espaço Vivo:
10:00h – Yoga com Mestre Araujo
11:00h – Exposição fotográfica: Bem vindos a África – Eu Vou e Pronto [Projeto Espírito Livre – Voluntários pelo Mundo]
13:00h – Espetáculo de malabares – Lázaro e Paloma

Durante a feira:
Troca de Livros – Espaço Brincarte – Degustação de PANCs – Coletivo de Desenhistas As Velhas Burkas

* Em caso de chuva, o evento será transferido para o estacionamento da Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo.

Contato: feirantes@feiraviva.eco.br

PRÓXIMAS EDIÇÕES:  17 de março – 21 de abril

Informações em:
https://guia21.sul21.com.br/gratuitos/neste-sabado-acontece-xii-feira-viva-em-novo-hamburgo/

Pré-Fórum de Estudos "Leituras de Paulo Freire"

postado em 12 de mar de 2018 08:04 por Assers Digital   [ 12 de mar de 2018 08:06 atualizado‎(s)‎ ]

Em 17 de março, das 9h. às 12h., no Campus Porto Alegre da Unisinos. 
Participe!
Leituras Paulo Freire


Participação ativa da ASSERS no Encontro da União dos Conselhos Municipais de Educação

postado em 1 de dez de 2017 06:45 por Assers Digital

O VIII Encontro Estadual da UNCME - União dos Conselhos Municipais de Educação aconteceu nos dias 20 e 21 de novembro de 2017 em São Leopoldo, com o tema central: "Compromisso dos CMEs na efetivação da avaliação e monitoramento dos Planos Municipais de Educação".

Maria José Machado de Lima no Encontro da UNCME
No dia 21 ASSERS e AOERGS estiveram presentes, nas pessoas das Professoras Maria José Machado de Lima e Nina Rosa Ventimiglia Xavier, com a Mesa Temática "A construção do Projeto Político-pedagógico e do Regimento Escolar a partir do olhar dos profissionais da Educação".


Veja a cobertura geral do evento na página da UNCME-RS: http://www.uncmers.com.br/single-post/2017/11/22/VIII-Encontro-Estadual-da-UNCME-RS



Presença da ASSERS no 2º Seminário Estadual sobre o novo Ensino Médio

postado em 21 de set de 2017 08:25 por Assers Digital

Seminário aponta novos rumos da educação no Estado 

Ocorreu dia 12 de setembro o 2º Seminário Estadual sobre o Novo Ensino Médio, no salão de atos da Universidade de Ijuí (Unijuí), região Noroeste do Estado.

A ASSERS esteve presente representada pela Profª Valdemira de Freitas Carpenedo. Também estava presente a Profª Norma Brigo, da 14ª CRE e 14ª CRASSERS.

O evento tratou sobre as mudanças (algumas definidas e outras em fase de estudo) para o sistema de ensino em todo o país.

Organizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da 36ª Coordenadoria Regional e Educação (CRE), o seminário reúniu alunos, professores e autoridades de ensino. Coordenador Geral do Ensino Médio do Ministério da Educação, Wisley João Pereira veio de Brasília para Ijuí especialmente para esclarecer alguns pontos sobre as mudanças estruturais a serem adotadas.Também participaram Iara Wortmann (Secretária Adjunta da Educação do RS), Sônia Rosa (Diretora do Departamento Pedagógico da SEDUCRS), Sônia Veríssimo (Membro do Conselho Estadual de Educação/RS).

Veja abaixo algumas imagens.
Mais informações com a cobertura do evento: http://www.educacao.rs.gov.br/seminario-estadual-sobre-o-ensino-medio-aponta-novos-rumos-da-educacao-no-estado







Nota de falecimento

postado em 1 de set de 2017 13:12 por Assers Digital   [ 1 de set de 2017 13:13 atualizado‎(s)‎ ]


LUTO  

A dor da perda é imensurável e nada que se possa dizer é capaz de amenizar o sofrimento.
O máximo que se pode fazer é oferecer o nosso silêncio de cumplicidade com a dor, dizer palavras de amizade e consolo, e dar o ombro amigo para apoiar o peso da perda de Pedrolina Pereira de Freitas, mãe de nossa colega Supervisora Escolar e membro da Diretoria da ASSERS Profª Valdemira Carpenedo.
 
Neste dia de tanta tristeza e consternação, oramos para que Deus dê forças para Valdemira, para lidar com este momento tão difícil, e sabedoria e coragem para seguir em frente.
 
A vida é o bem mais valioso que temos, e mesmo diante da morte precisamos nos manter firmes em honra e memória dos que se foram.
 
Que Deus ilumine a sua vida e conforte o seu coração.
Receba os nossos mais sinceros pêsames.

Assers

Regulamentação da profissão de supervisor educacional

postado em 28 de jul de 2017 13:09 por Assers Digital

Câmara dos Deputados
Comissão de Trabalho da Câmara aprova a regulamentação da profissão de supervisor educacional em instituições públicas e privadas de ensino. De acordo com o texto (PL 4106/12), cabe a esse profissional coordenar e contribuir nas atividades de planejamento, execução, controle e avaliação de projeto político-pedagógico da instituição, juntamente com a direção e professores. Entre as atribuições do supervisor educacional, estão a orientação e o acompanhamento dos professores no planejamento e desenvolvimento dos conteúdos; a supervisão do cumprimento dos dias letivos e horas/aula estabelecidos em lei; e a sondagem dos interesses, aptidões e habilidades do aluno. A relatora da proposta, deputada Flávia Morais, do PDT goiano, fez apenas uma mudança na proposta original. Ela retirou do texto a previsão de os servidores se organizarem em entidades de classe porque a Constituição já garante esse direito. O autor do projeto de lei, deputado Ademir Camilo, do PTN mineiro, não viu problemas na alteração.

"Em tese, não alterou a substância do projeto, que era a de reconhecer efetivamente o supervisor educacional, que é aquele que tem diploma de curso superior em pedagogia ou em nível de pós-graduação para que se aumente a qualidade. Acho que pensar em educação é pensar na valorização e na qualificação. Isso dá status e reconhece a importância da atividade".

A proposta também prevê que os diplomas expedidos no exterior deverão ser revalidados por universidades públicas brasileiras, conforme determina a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Supervisora pedagógica em escola de Brasília, Amanda Vasconcelos elogia a proposta e cobra a efetiva presença desses profissionais nas instituições de ensino.

"Essa regulamentação é muito interessante, até porque exige a ideia da formação continuada do profissional. Porém, como toda regulamentação, a gente só precisa tomar cuidado para ver se abrem concurso para essa área, porque muitas escolas, por exemplo, não têm orientação educacional porque não teve concurso para essa área. O supervisor pedagógico é de extrema importância e seria importante a presença dele em todas as escolas".

O texto em análise na Câmara usa a expressão "supervisor educacional" como sinônimo de supervisor escolar e supervisor pedagógico. A proposta está agora na Comissão de Constituição e Justiça.

Comissão aprova regulamentação da profissão de pedagogo

postado em 26 de jul de 2017 16:21 por Assers Digital   [ 26 de jul de 2017 16:24 atualizado‎(s)‎ ]

Câmara dos Deputados
A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou o Projeto de Lei 6847/17, do deputado Goulart (PSD-SP), que regulamenta a profissão de pedagogo.

Pelo texto, a profissão será privativa de portadores de diploma de curso de graduação em Pedagogia, para exercerem a docência, bem como atividades nas quais sejam exigidos conhecimentos pedagógicos.

De acordo com a proposta, são atribuições do pedagogo:
- planejar, implementar e avaliar programas e projetos educativos em diferentes espaços organizacionais;
- gerir o trabalho pedagógico e a prática educativa em espaços escolares e não escolares; - avaliar e implementar nas instituições de ensino as políticas públicas criadas pelo Poder Executivo;
- elaborar, planejar, administrar, coordenar, acompanhar, inspecionar, supervisionar e orientar os processos educacionais;
- ministrar as disciplinas pedagógicas e afins nos cursos de formação de professores;
- realizar o recrutamento e a seleção nos programas de treinamento em instituições de natureza educacional e não educacional;
- desenvolver tecnologias educacionais nas diversas áreas do conhecimento.

Relatora, deputada Flávia Morais (PDT-GO)
Critérios
O parecer da relatora, deputada Flávia Morais (PDT-GO), foi favorável à proposta. “Diferentemente de outros projetos de regulamentação profissional, esta proposta não visa a criar uma reserva de mercado para os profissionais”, disse. “O objetivo da proposição é estabelecer critérios para o âmbito de atuação desses profissionais relativamente à sua formação e às suas atribuições”, completou.

Para a parlamentar, justifica-se a regulamentação “porque a atividade exige conhecimentos teóricos e técnicos, é exercida por profissionais de curso reconhecido pelo Ministério da Educação e o mau exercício da profissão pode trazer riscos de dano social no tocante à educação”.


Conselho
O projeto determina que o Poder Executivo deverá criar o Conselho Federal de Pedagogia para fiscalizar a profissão. Esse órgão, bem como os conselhos regionais, será responsável por regular sobre jornada, piso salarial, atribuições, direitos e deveres dos profissionais.
“Sendo aprovado este projeto, o presidente da República deverá enviar ao Congresso Nacional projeto de lei criando os conselhos, como exige a Constituição Federal, na medida em que tais entidades são consideradas autarquias especiais integrantes da administração pública”, destacou Flávia Morais.” Essa providência é fundamental para que o exercício da profissão do pedagogo seja devidamente regulamentado e fiscalizado”, completou.

Tramitação
A proposta será analisada, em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reproduzido de

Agência Câmara Notícias
Reportagem - Carol Siqueira
Edição - Marcia Becker
Foto -
Lúcio Bernardo Junior
Matéria original com link para a íntegra da proposta:

1-10 of 253